sábado, 13 de dezembro de 2008

DO ASSASSINATO

*



Agora Inês é morta
e Conceição também
Ouvi isso atrás da porta
depois de ruir a sirene

do carro da polícia
encostado
estacionado
lá fora

Os homens fardados
saíram do carro
Mais o detetive
e o delegado

que interrogaram o morador
não duvido nada
eu tenho certeza
- ele foi o autor.








FELIPE REY







*

4 comentários:

Max da Fonseca, disse...

Quem morre é que se fode!

Felipe Rey disse...

ÓTIMO COMENTÁRIO , MAX ! BEM PERTINENTE ... rsRS

Cultivando Olheiras disse...

X-9!

Rafael Henrique disse...

poesia muito boa, sem firulas, direta, com a linguagem do povo

 

Labels

Labels