segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Tanabata

.


há que se chegar no outro lado da ponte
mas um rio não deixa
eu posso até pensar
‘prefiro assim’


a felicidade é híbrida
é desencontro e confluência


então espero o pouco
espero o tempo


ouço sua suave música soar
um beijo feito
dia perfeito
a despertar meus lábios










FelipeRey



4 comentários:

Daisy-se disse...

É dias assim que eu quero!

Simone disse...

Enquanto o dia perfeito não chega... cá estou, a hibernar. Precisando de ser despertada!!!

Benfazeja Comunidade Literária disse...

Poema singelo, Felipe.

parabéns!


Site Comunidade Literária Benfazeja

Gabriela Cardoso disse...

gostei bastante dos seus textos!

 

Labels

Labels