segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

amor

.


amorosamorosamorosamorosamorosamorosamorosamo

o que amo
quem amo
é rosa
flor
cor
corpo
alma mente
alma mente

amor é puro perfume na alma da gente

a
m
o
r
o
s
a
m
o
r
o
s
a
m
o
r
o
s
a

o que cheiro
quem eu cheiro
essa flor fixa nos morros
o colírio vermelho dos meus olhos
sangue quente
            que transborda em meu peito
                                                   pétalas de carne
rosácea
abalroando num coleio
com o colibri aqui

eu
eu
me rosca
me roça
me rosa na face

nada de prímula
nem de begônia
nada de orquídea
nem de jasmim
nada de margarida
nem de violeta

posso até querer a metamorfose
não as borboletas
posso até arrancar outras flores
de variados tons e cores
de outro jardim
mas mas mas mas mas mas
pra mim
só é mister uma rosa: PRETA




Felipe Rey


5 comentários:

morango disse...

intrigante u.u

Felipe Rey disse...

eu diria: estimulante ou inebriante . . .

adriana@campsulmadeiras.com.br disse...

Senti até o perfume....Maravilhoso!

Rimini Raskin disse...

Grande talento!

Psicóloga Geanne Santos disse...

Gênio sensível!!!

 

Labels

Labels