quinta-feira, 15 de março de 2012

fio da terra

.
 
toques lentos leves dos dedos
no saxofone do seu homem
rubras bocas solfejando
o saxofone do seu homem
buceta-língua-mãe engatilhada
no saxofone do seu homem

a música escorre
em trilha de sons e símbolos

(silêncio)

orgasmos múltiplos
espelhos do quarto
registrando
nossa redenção nossa cura
na cama no chão na pátria na terra

 
 
felipe rey

4 comentários:

Jayara Raspanti "Desi" disse...

Poesia = tesão.

Há muita poesia em sua veia, meu caro. ♥

Felipe Rey disse...

a poesia é um grande aditivo para o libido.

Diego Sousa disse...

Desejo, instinto, e satisfação, linda poesia, faz com que nossa imaginação suba pelas paredes, o suor entre dois corpos é nada menos do que pura poesia e inspiração.

Flor Morenna disse...

Intensamente belo e encanta_dor!Bjus e sorrisos

 

Labels

Labels